sexta-feira, 31 de julho de 2009

O Poder

E se houvesse uma espécie de poder,
Capaz de acabar com os maiores medos,
Despertar os maiores desejos
E guardar os maiores segredos?

Algo que fosse proibido,
Uma maneira de fugir ao Destino,
E de alguma maneira diabólica
Alterar o caminho.

Um poder sobrenatural,
Algo sem explicação,
Feito para os desafortunados ou,
Para aqueles que têm como companhia, a solidão.

E se esse poder fosse revelado,
De alguma forma desapareceria,
Envolto num manto de pecado,
Como num passo de magia.

4 comentários:

t i a g o disse...

Gostei. :)

Sofá Amarelo disse...

Eu acho que esse poder existe... pode não estar é ainda revelado...

Muitos beijinhos, Patrícia!!!

Anjo De Cor disse...

Muito bonito, tb gostaria de ter um poder ;)
Bjs*

Anónimo disse...

Olá minha querida Patrícia, bom dia.
Tenho andado desaparecida, como muitas vezes, mas cá estou de novo para, primeiro, agradecer as tuas palavras sempre doces na minha casa e segundo para te dizer, minha linda, que "haver há", é preciso viver para encontrar a fórmula e ninguem garante que o caminho seja só felicicdade...às vezes é dor, mas quase sempre vale a pena!

Beijos e a Amizade da
Maria Mamede