sexta-feira, 5 de junho de 2009

O regresso do mar

Caminhando pelas águas,
Na agitação sem fim,
Ouvindo o som de um búzio,
Cantando para mim.

Não! Não podes lutar,
Contra o regresso do mar,
Que envolve e esconde,
Mostrando as linhas do horizonte.

E não! Não podes parar,
O regresso do mar,
Corre sem destino, envolve o teu caminho,
Mas não podes travar o regresso do mar.

E sem fronteiras abre o teu coração,
Deixa-te transbordar,
Pois um sopro no ouvido,
Anuncia o regresso do mar.

5 comentários:

Anjo De Cor disse...

É sempre um prazer ler-te ;)
http://www.youtube.com/watch?v=2Rmil_raUtU
Beijinhos**

Marta disse...

O regresso ao mar....uma promessa, uma renovação...
Lindo...
Obrigada pela visita...
Beijos e abraços
Marta

Sofá Amarelo disse...

Espero sempre o regresso do Mar... pois é ele que me traz os sons do silêncio que quero escutar... e me fala directamente à Alma sem precisar de digitar palavras ditas...

t i a g o disse...

Acho que me inspirei para uma música. *

Beijinhos

De Amor e de Terra disse...

Olá Patrícia, bom dia minha menina!
Tentei responder ao teu comentário por mail, mas não me foi possível; nessa impossibilidade,registo-a aqui.
Bem Hajas minha linda, pelas tuas ternas palavras que adoçam o meu coração e exaltam o ego.
És uma alma muito sensível,uma vez que sentes profundamente aquilo que tento transmitir.
Obrigada por tudo isso.
Agora , falemos do teu poema e daquilo que me transmite...
Acho que a forma, se vai cada vez mais refinando e estás encontrando o teu caminho, como creio já ter dito noutros comentários.
Além disso, nota-se que colocas nas palavras, todos os teus sentidos, fortes e vibrantes, como a primavera de que és feita; contudo, ao mesmo tempo, há em ti pinceladas Outonais, que sempre acompanham os Poetas, em todas as idades.
Por tudo isto e por tudo o que fica por dizer, um BEIJO enoooorme de Parabéns!

Maria Mamede