domingo, 10 de agosto de 2008

Balada das Quatro- Entre Nós



Guardo no meu peito,
A ligação entre nós.
Um silêncio que atraiçoa,
Às vezes um sentimento que magoa.


Suave é a tua voz,
Que embala o meu sono profundo.
Numa dança que me envolve,
Num olhar que se comove.


Entre nós há uma ponte,
Que me leva a ti,
E que te leva a mim,
Num ciclo sem fim.


No céu escrevi o teu nome,
Enfeitei-o com mil estrelas.
E peguei na lua imensa,
Para um beijo, apenas...

Entre Nós...

3 comentários:

Lena disse...

Obrigado pela visita ao meu cantinho!
Já dei uma "volta" pelos teus e gostei.
Parabéns!
=)

Isa disse...

Mais um poema que embala e traz lembranças...Bom Domingo,Patrícia.
Bjo. :)
isa

Marta disse...

Amor suave e terno...
Cúmplice, desejado....
Lindo...
Obrigada pela visita e sim, há alturas na vida em que pensamos que não temos nada nosso...Basta olharmos para o lado e descobrimos que estão lá...
Bom domingo...
Beijos e abraços
Marta